As aventuras de Mark Twain a bordo de frases e citações

por Homero Nunes
Prefiro o céu pelo clima, o inferno pela companhia.
Mark Twain
Mark Twain (1835 – 1910) escreveu aventuras empolgantes para Tom Sawyer e Huckleberry Finn, jogando nos livros a ansiedade mundana que o perseguiu durante toda a vida. Depois de pilotar vapores no Mississipi, enfrentar a Guerra Civil (sulista, confederado), seguir para o velho oeste numa diligência, escavar minas na febre do ouro e, enfim, tornar-se jornalista sob pressão das necessidades, começou a escrever contos e livros, passando para eles a vontade de aventura. Sem amarras e sedento por conhecer as coisas da vida, viajou mundo, bebeu na fonte da experiência, correu riscos e sobreviveu na literatura. Fascinado pela ciência, pela razão, por descobertas e invenções e novas tecnologias, viveu entre cientistas e intelectuais, tornando-se mesmo um deles. Fez grande sucesso com seus livros, fez dinheiro, fez também tudo errado. Foi à bancarrota por gastar sem juízo e investir em devaneios e maluquices, científicas e literárias. Demorou anos, mas pagou todas as dívidas. Nos livros atingiu cabeças de jovens e adultos, no jornalismo deu dor de cabeça a muita gente. Crítico e sagaz, usou do humor e da sátira para desbancar muitas ideias e pessoas. É hoje reconhecido como um dos maiores escritores americanos e suas frases continuam atuais, engraçadas, afiadíssimas. Abaixo, uma amostra, Ipsis Litteris, do gênio de Mark Twain:
Cada um de nós é uma lua e tem um lado escuro que nunca mostra a ninguém.
E assim é o mundo; às vezes, sinceramente, desejo que Noé e sua comitiva tivessem perdido o barco.
A civilização é uma ilimitada multiplicação de necessidades desnecessárias.
Nada precisa mudar mais que os hábitos dos outros.
A regra é perfeita: em todos os assuntos de opinião nossos adversários estão loucos.
A raça humana é formada pelos que são malditos e pelos que deveriam ser.
Primeiro, informe-se dos fatos; depois, pode distorcê-los quanto quiser.
Quando eu me apresento a alguém, pouco me importa que seja branco, negro ou amarelo, capitalista, comunista. Cristão, ateu, judeu, muçulmano, hindu ou budista. Pobre, rico. Pra mim me basta e me sobra com que seja um ser humano, pior coisa não poderia ser.
A mais perfeita polidez é apenas um belo edifício feito, do chão ao teto, de graciosas e douradas formadas de caridosas e generosas mentiras.
O homem é o único animal que se ruboriza. Ou que tem razões para isso
Não gosto de trabalho, nem quando é outro a fazê-lo.
O trabalho é tudo o que se é obrigado a fazer; lazer é tudo o que se faz sem ser obrigado.
A gente não se liberta de um hábito atirando-o pela janela: é preciso fazê-lo descer a escada, degrau por degrau.
Deixar de fumar é a coisa mais fácil do mundo. Sei muito bem do que se trata, já o fiz cinquenta vezes.
Como um exemplo para os outros, e não que eu me importe com moderação mesmo, sempre foi a minha regra de nunca fumar durante o sono, e nunca a abster-me quando acordado.
A única maneira de conservar a saúde é comer o que não se quer, beber o que não se gosta e fazer aquilo que se preferiria não fazer.
Há duas ocasiões em que o homem não deve jogar: quando não tiver dinheiro e quando tiver.
Tudo o que é preciso na vida é ignorância e confiança; depois, o sucesso está garantido.
Geralmente levo mais de três semanas a preparar um discurso de improviso.
O nome do maior dos inventores: acaso.
Aquele que tem uma ideia é um tipo esquisito até que a ideia vença.
Recolha um cão de rua, dê-lhe de comer e ele não morderá: eis a diferença fundamental entre o cão e o Homem.
O homem que não lê não tem mais mérito que o homem que não sabe ler.
Em uma boa biblioteca, você sente, de alguma forma misteriosa, que você está absorvendo, através da pele, a sabedoria contida em todos aqueles livros, mesmo sem abrí-los.
Quando o único instrumento que você tem é um martelo, todo problema que aparece você trata como um prego.
Se estiver zangado, conte até cem; se estiver mesmo muito zangado, blasfeme.
As pessoas que me dizem que eu vou para o inferno e elas vão para o céu de certa forma deixam-me feliz de não estarmos indo para o mesmo lugar.
A maioria das pessoas preocupa-se com passagens da Bíblia que não entende, mas as que me preocupam são as que eu entendo.
A Bíblia nos ensina a amar o próximo e também a amar nossos inimigos provavelmente porque eles em geral são as mesmas pessoas.
Há três espécies de mentiras: as mentiras, as mentiras sagradas e as estatísticas.
Vamos agradecer aos idiotas. Não fosse por eles não faríamos tanto sucesso.
Algumas pessoas nunca cometem os mesmos erros duas vezes. Descobrem sempre novos erros para cometer.
Algumas pessoas nunca dizem uma mentira – se souberem que a verdade pode magoar mais.
Se um amigo te pede dinheiro, pensa bem qual dos dois preferes perder: o dinheiro ou o amigo?
São necessários o inimigo e o amigo juntos para te ferir no coração: o primeiro para te caluniar, o segundo para te contar.
Poucas pessoas toleram a riqueza. Dos outros, quero eu dizer.
Um clássico é algo que toda a gente queria ter lido mas que ninguém quer ler.
Não abandones as tuas ilusões. Sem elas podes continuar a existir, mas deixas de viver.
Não temo a morte. Já fui morto por bilhões e bilhões de anos, antes de nascer, e isso não me causou o menor incômodo.
Sou velho e já passei por muitas dificuldades, mas a maioria delas nunca existiu.

Daqui a alguns anos você estará mais arrependido pelas coisas que não fez do que pelas que fez. Então solte suas amarras. Afaste-se do porto seguro. Agarre o vento em suas velas. Explore. Sonhe. Descubra.

 Mark Twain, 1835 – 1910




Sobre os autores

Acompanhe