Ou Van Gogh ou nada!

por Homero Nunes
PROVAÇÃO
“O artista deve ter, além do estritamente necessário pra sobreviver, apenas as ferramentas de seu ofício, de preferência compradas a prestação, com sacrifício de sua vida pessoal ou familiar, sexual e psíquica. A sociedade, por sua vez, tem o dever de contribuir pra tornar a vida do artista tão miserável e desprezível que não seja atraente pra nenhum desses milhões de idiotas que nos enchem a vista com brochações tediosas, nos enchem os ouvidos com barulhos estentóricos e estertorosos, o saco com sua permanente autopromoção (que acaba, através do eco irresponsável e ignorante da mídia, dando-lhes prêmios e fortunas, transformando-os nos “melhores” e “maiores”) e nos cansam o traseiro com filmes que são verdadeiros estupros na virgindade da fita. Galeria de arte, cinemas de arte e livrarias devem ser colocados fora-da-lei, perseguidos e punidos com mais rigor do que hoje são perseguidos os usuários e traficantes de droga. Assim, execrado e subnutrido, condenado à saúde precária e lamentável aparência física, só será artista o que for condenado a isso por um destino biológico avassalador, uma vocação metafísica verdadeiramente doentia. Ministério da cultura é o escambau! Ou Van Gogh ou nada!”
FERNANDES, Millôr. Millôr Definitivo: A Bíblia do Caos.


Vincent Van Gogh, “Auto-Retrato com Cachimbo”, de 1889.

O pintor se retratou com a bandagem no rosto, após ter cortado parte da própria orelha e dado de presente a uma prostituta. No ano seguinte, 1890, Van Gogh, desesperado e completamente fracassado, cometeu suicídio dando um tiro no peito.



Compensa muito o livro “Cartas a Theo”
As cartas que Van Gogh escreveu para seu irmão Theo
Van Gogh por ele mesmo, atormentado pelas angústias da vida.
http://www.lpm.com.br/site/default.asp?Template=../livros/layout_produto.asp&CategoriaID=545311&ID=729351


Em Amsterdam, compensa ver o Van Gogh Museum:
http://www.vangoghmuseum.nl/vgm/index.jsp


Compensa conhecer os quadros:
“Noite Estrelada”, “Girassóis”, “O Terraço do Café à Noite em Arles”, “Semeador ao Sol Poente”, “O Quarto de Van Gogh em Arles”, “Amendoeira em Flor”, “Retrato do Dr. Gachet sentado à Mesa”, “Os Comedores de Batatas”, “Campo de trigo com Corvos”.


www.facebook.com/issocompensa


Sobre os autores

Acompanhe